Você ficará supreso como 3 horas de terapia pode ajudar prevenir problemas na saúde mental dos adolescentes

Você ficará supreso como 3 horas de terapia pode ajudar prevenir problemas na saúde mental dos adolescentes

Impressionantemente pequena quantidade de terapia que pode prevenir problemas na saúde mental dos adolescentes

Apenas 3 horas de terapia em grupo feita por professores é o suficiente para reduzir a incidência de muitos problemas na saúde mental entre os adolescentes em mais de 25%.

No estudo com 509 jovens britânicos, estudantes tiveram duas sessões de 90 minutos de terapia por professores especialistas treinados e os estudantes foram acompanhados por 2 anos.

Dra. Patricia Conrod, que liderou o estudo, disse:

Quase 1 em 4 americano entre 8 a 15 anos tem experienciado desordem na saúde mental nos anos que se passam.

Nós sabemos que estas desordens são associados com uma imensidão de consequências negativas.

Nosso estudo mostra que professores que fazem intervenções que segmentam fatores de risco específicos para problemas da saúde mental pode ser imensamente efetiva em reduzir o incidência de depressão, ansiedade e desordem de conduta a longo prazo.

Foram envolvidos na pesquisa 19 escolas em Londres, que identificaram jovens que estavam em risco.

Os professores treinados especificamente para as intervenções ensinam os estudantes como lidar com os aspectos da personalidade que possa causar problemas.

Por exemplo, ser altamente impulsivo(a tendência agir sem pensar) tem uma forte ligação para problemas de conduta.

Organizado em grupos, estudantes pensam sobre diferentes cenários que eles podem ser forçados a agir impulsivamente, dizem, pelos efeitos da bebida alcoólica ou drogas, como eles devem agir estas situações cognitivamente.

O resultado deste grupo foram comparados ao grupo de controle similar que não teve nenhuma intervenção.

Pesquisadores encontram que pequenas sessões de terapia tem sido reconhecivelmente efetivo.

Estes foram os resultados:

  • 21-26% redução de depressão severa.
  • 35% redução de problemas de conduta entre adolescentes impulsivos.
  • 33% redução severa nos problemas de ansiedade.

Dra. Patricia Conrod disse:

As intervenções foram guiadas por profissionais da educação treinados, sugerindo que esta breve intervenção pode ser tanto efetiva e sustentável quando feita dentro do sistema educacional.

Estamos agora liderando estudo similar em 32 escolas de ensino médio em Montreal para testes mais avançados neste tipo de programa.

compartilhe:
Juliana Gonçalves Oliveira Guedes
Formada em Psicologia pelo Centro Universitário UNA. Atua como psicóloga clínica em consultório particular.

Artigos recentes:

3 Comments

  1. Donec sed odio dui. Nulla vitae elit libero, a pharetra augue. Nullam id dolor id nibh ultricies vehicula ut id elit. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.

  2. Integer posuere erat a ante venenatis dapibus posuere velit aliquet.